4 tendências na área da educação

4 minutos para ler

A área da educação não é parada no tempo. Ou seja, de acordo com todas as mudanças que surgem socialmente, ocorrem alterações significativas para essas práticas. Por isso, é importante que você esteja atento a quais são as principais medidas que estão sendo adotadas atualmente.

Isso é fundamental, até mesmo, para que você esteja atualizado sobre o que tem sido adotado no mercado e torne-se, assim, mais bem-preparado para assumir novas oportunidades que apareçam.

Por isso, confira 4 tendências nessa área e entenda a importância deles para suas atividades. Boa leitura!

1. Pedagogia das diferenças

A pedagogia das diferenças é uma forte tendência na área da educação justamente porque ela fala sobre questões fundamentais para os tempos atuais: saber como agir de forma inclusiva no processo educativo. Nela, é importante considerar as diferenças dos alunos e, assim, que cada um deles se desenvolva em determinado período, de uma forma.

Por meio disso, você consegue estabelecer ações educativas mais orientadas para as peculiaridades deles. Assim, o peso das avaliações é menor do que a observação contínua no dia a dia do aprendizado do aluno.

2. Gamificação

Trazer a lógica dos jogos para o ambiente educacional tem sido, também, uma outra tendência forte nos últimos tempos. Isso é importante, inclusive para adequar o ensino às diferentes realidades. Assim, traz-se um elemento lúdico para o processo educacional.

A gamificação traz elementos de competição, desafios, recompensas pelo vencimento de etapas e é um estímulo cognitivo diferenciado em comparação com os outros métodos de ensino. Com isso, os alunos estão sempre engajados.

3. Educação híbrida

Outra tendência muito grande para a área de educação é o ensino híbrido, também conhecido como Blended Learning. Ele é baseado na ideia de aliar algumas práticas do ensino presencial com outras facilidades proporcionadas pelo ensino online (como as plataformas de aprendizagem virtual, elementos de gamification, compartilhamento de conteúdos didáticos extras, entre outros).

Um dos princípios presentes na educação híbrida é trazer a importância da autonomia para os alunos. Assim, incentiva-se que eles possam construir a sua própria trajetória de aprendizado. Isso ocorre, principalmente, porque com as tecnologias, é possível que ele estude sozinho, sem precisar do acompanhamento constante do professor. Assim, ele assume um papel mais semelhante ao de um mentor do que o responsável por transmitir o ensino para o aluno.

4. Metodologias ativas

Outra tendência na área da educação e que virá para ficar são as metodologias ativas de ensino. Afinal, com as novas tecnologias, é muito comum que os alunos tenham maior liberdade para que possam buscar conhecimento.

Assim, inverte-se o papel que ocorria anteriormente: ao invés dos professores ensinarem um conteúdo e alunos assimilarem posteriormente, agora eles podem estudar sobre o tema em casa e gerar rodas de conversas no ambiente de aula (seja presencial ou online).

Com isso, tal como a educação híbrida, isso gera maior autonomia e empoderamento do aluno. Afinal, para além do ambiente escolar, é importante incentivá-lo a buscar novos conteúdos e soluções. A escola, assim, pode ter um papel fundamental para incentivá-los neste quesito.

Acompanhar as tendências na área de educação é fundamental para poder proporcionar aos seus alunos um ensino inovador, mais direcionado aos novos tempos atuais. Por isso, não deixe de atualizar-se com essas questões e traga isso para a sua sala de aula, ok?

Quer saber mais informações importantes sobre a educação? Inscreva-se em nossa newsletter para acompanhar as novidades.

Você também pode gostar

Deixe um comentário