4 vantagens de utilizar metodologias ativas

4 minutos para ler

As metodologias ativas têm sido cada vez mais utilizadas no ambiente de ensino. Afinal, elas estão profundamente alinhadas com os novos tempos no que diz respeito ao aprendizado-ensino, em todos os níveis.

Contudo, você sabe quais são as vantagens que essas metodologias podem trazer para sua atividade como educador? Se ainda não tem noção, continue lendo e aproveite para tirar suas principais dúvidas sobre o tema a seguir. Boa leitura.

1. Maior interação por meio das metodologias ativas

Esse tipo de situação ocorre tanto entre os alunos em si, quanto entre alunos e professores. Há, até mesmo, o incentivo de interação com locais fora da instituição de ensino (por exemplo, promover entrevistas, busca de informações com outros pesquisadores e empresas afins), o que pode auxiliar a complementar a base de ensino.

Por exemplo, para entender uma discussão que envolva empreendedorismo, pode-se solicitar que os alunos conversem com criadores de startups e, assim, desenvolvam um projeto para sala de aula. Com isso, há uma maior interação entre os alunos e agentes externos, bem como também rodas de conversas mediadas pelo professor também podem ocorrer

2. Maior colaboração

As metodologias ativas possuem um alto potencial de colaboração entre os alunos, promovendo a interação entre eles. Isso porque, muitas vezes, os debates sobre alguns temas são feitos de forma coletiva, compartilhando pontos de convergência e divergência.

Com isso, todo o grupo tende a encontrar soluções para aquelas questões ou, então, atuar de forma conjunta nos projetos. Esse é um ponto fundamental que auxiliará os alunos no futuro em suas atividades profissionais, já que, cada vez mais, ações em equipe são valorizadas.

metodologias ativas

3. Compreensão da prática

Muitas questões de ordem teórica ficam muito abstratas para muitos alunos. Por isso, as metodologias ativas permitem que eles entendam como determinadas questões funcionam na prática e, assim, entendam como aquilo se aplica no dia a dia.

Por exemplo, estudar sobre conceitos relacionados à ética de determinadas profissões pode ser algo muito abstrato. Quando são trazidos estudos de caso, dentro de um contexto de metodologias ativas, pode-se debater de que forma há a aplicação prática da ética naquele contexto e convidar os alunos a refletirem sobre as questões.

4. Maior retenção do conhecimento

As metodologias ativas permitem que os alunos possam, por meio da experiência direta com aquele tema ou objeto estudado, reter de forma mais fácil o conhecimento. Isso porque há uma participação ativa sobre aquela questão, gerando uma compreensão melhor dos cenários e situações.

Quer ver um exemplo simples? Quando você convida os alunos de um curso de Engenharia Ambiental a desenvolver potenciais soluções para emissão de poluentes em geração de energia, os convida para entender o atual cenário e quais são os principais desafios envolvendo essas questões.

Além disso, eles conseguem estimular a sua criatividade, pois estudam, se debruçam sobre o problema e buscam agir de forma inovadora sobre a questão. Com isso, o aprendizado fica retido por mais tempo na memória.

As metodologias ativas, como você pode ver, são essenciais para auxiliar em um ensino mais moderno, ativo e que aja com propósito para seu aluno. Por isso, não deixe de considerar essas possibilidades para suas atividades.

Achou interessante e quer saber mais sobre o tema? Confira nosso material feito para auxiliá-lo na adoção em seu dia a dia. Confira 6 atividades para você fazer com seus alunos e potencialize o seu ensino!

Você também pode gostar

Deixe um comentário