Como solicitar o Registro de Qualificação de Especialista – RQE?

RQE
4 minutos para ler

Escolher uma área de especialização é apenas um dos muitos passos que você precisa estar atento para conseguir potencializar sua carreira na área de medicina. Afinal, após a obtenção da qualificação, o que deve ser feito para poder atuar nessa área?

Uma das obrigações é a obtenção do Registro de Qualificação de Especialista – RQE? Nós vamos falar mais sobre isso a seguir. Boa leitura!

O que é o Registro de Qualificação de Especialista?

O Registro de Qualificação de Especialista (RQE) é um registro obrigatório, realizado pelo Conselho Federal de Medicina (CFM), que serve como parâmetro para identificar um especialista que possa, de fato, atuar naquela área de conhecimento.

O órgão regulador, assim, realiza a função de atestar que aquele profissional realizou, de fato, a especialização (seja ela residencial ou pós-graduação) e que possui expertise para realizar as práticas naquela área.

Então, por exemplo, ao conceder o RQE para um anestesiologista, por exemplo, ele mostra que possui a qualificação necessária e o conhecimento para atuar em processos cirúrgicos ou tratamentos paliativos, com o objetivo de retirar ou amenizar a dor dos pacientes.

RQE

Como solicitar o Registro de Qualificação de Especialista?

Essa é uma dúvida comum dos profissionais que estão terminando suas qualificações de especialização: como é possível obter o Registro de Qualificação de Especialista? Vamos mostrar o passo a passo a seguir para auxiliá-lo nesse processo.

  • Nos casos em que você tenha feito residência, basta apresentar o diploma de conclusão do curso no Conselho de Medicina do seu estado de atuação;
  • Nos casos em que você tenha feito um curso de pós-graduação para especialização, é preciso realizar uma prova de comprovação de aptidão para aquela área de atuação. Ela é realizada pelos órgãos associados. Caso você tenha a pontuação mínima para aprovação, pode entrar com a requisição junto ao CFM para obtenção do RQE.

Ainda há a previsão de uma terceira possibilidade para a obtenção do RQE: quando o profissional possui o título de livre-docente ou, então, possui doutoramento naquela área de especialidade. Por tratar-se de um caminho mais longo, tende a não ser a primeira opção dos profissionais, utilizando essa possibilidade quando caminham para uma segunda área de atuação na vida acadêmica.

Por exemplo, um médico de família que tenha feito mestrado e doutorado na área de cardiologia pode solicitar a obtenção do RQE. Assim, passará a contar com duas titulações de especialista.

Quando é possível obter o Registro de Qualificação de Especialista?

Para obter o Registro de Qualificação de Especialista, é importante cumprir alguns requisitos obrigatórios que o Conselho Federal de Medicina exige. Estão entre eles:

  • Ter concluído a graduação em medicina;
  • Ter o diploma de realização de pós-graduação na área de especialização (que seja reconhecido pelas sociedades relacionadas com a área de atuação) ou, então, ter realizado residência (com cursos devidamente reconhecidos pela Comissão Nacional de Residência Médica – CNRM);
  • Para os casos de curso de pós-graduação, é preciso prestar uma prova, realizada pelo órgão responsável na área de atuação (por exemplo, para dermatologia, ela é feita pela Sociedade Brasileira de Dermatologia). Apenas quando aprovado, é possível obter o RQE.

Saber como obter o Registo de Qualificação de Especialista permite que você possa escolher qual o melhor caminho para sua carreira e obter a documentação assim que possível, para que possa começar a atuar dentro do campo escolhido o quanto antes.

Quer mais dicas importantes para sua carreira na área de medicina? Assine nossa newsletter e não perca nenhuma dica exclusiva!

Você também pode gostar

Deixe um comentário