Como começar a atuar na área de perícia médica

dois médicos prontos para uma cirurgia
4 minutos para ler

A medicina possui uma série de possibilidades e ramificações que vão além das residências mais comuns (pediatria, psiquiatria, cardiologia, entre outras, que estão diretamente ligadas com atuação em clínica). O setor público, por exemplo, demanda atuações diferenciadas, ligadas, muitas vezes, com fiscalização de ações do setor privado.

Uma das áreas que tem crescido bastante a demanda e torna-se uma possibilidade interessante para quem deseja especializar-se é a perícia médica, uma forte tendência para os próximos anos. Você já considerou essa opção? Saiba mais sobre ela e tire suas dúvidas a seguir.

Qual é a atuação da perícia médica?

Em primeiro lugar, é importante compreender qual é a atuação da perícia médica, para que possa definir se realmente deseja começar a trabalhar neste setor. Há os seguintes grupos de possibilidades de atuações quando falamos em peritos:

  • medicina forense: também chamada de perícia médico-legal, ela permite analisar quais são possíveis sinais de um crime ocorrido e, assim, comunicar ao responsável pela investigação sobre o ocorrido. Por exemplo, o exame de corpo de delito, um dos mais importantes para esclarecimento de crimes, é realizado pela perícia médico-legal. Está presente aqui também a psiquiatria forense, responsável pela avaliação de saúde mental de possíveis pessoas inimputáveis e vítimas de crimes sexuais;
  • perícia judicial: é a realizada por profissionais no ambiente trabalhista ou previdenciário. O profissional é responsável por realizar uma avaliação e elaboração de laudo técnico sobre determinadas situações no ambiente de trabalho. Assim, ele permite analisar condições de insalubridade, periculosidade, verificar se os planos elaborados internamente estão sendo cumpridos (como o PCMSO), entre outros. Também realiza a avaliação para concessão de benefícios por incapacidade, afastamento por doenças, entre outros;
  • perícia administrativa: também atua em conjunto com a área judicial, realizando elaboração de laudos técnicos para vistorias, avaliação e certificação acerca de uma série de serviços e questões legais.
perícia médica

Como está o mercado de perícia médica?

Fato é: quem deseja tornar-se perito médico, encontrará um mercado abrangente nos próximos anos. Muito tem se veiculado na imprensa sobre a falta de peritos no INSS para a realização das perícias para avaliação de concessão de benefícios. Por isso, espera-se que, em breve, um concurso abrangente possa surgir, a fim de minimizar esses problemas existentes atualmente.

Além disso, muitas empresas também optam por contratar profissionais da perícia médica para realizar, no ambiente interno, avaliações sobre os colaboradores presentes, principalmente em situações nas quais seja necessário avaliar os funcionários após eventos adversos (acidentes de trabalho, doenças crônicas que interferem nas atividades internas, entre outros).

Assim, para quem deseja trabalhar nessa área, além de termos uma brecha no mercado privado bem alta, poderemos contar com oportunidades interessantes no setor público nos próximos anos. Isso é interessante, principalmente, para aqueles profissionais que possuem o anseio em realizar atividades que garantam maior estabilidade para suas carreiras.

Como começar a atuar na perícia médica?

Achou a perspectiva interessante? Então vamos mostrar como é possível começar a atuar na perícia médica. Para isso, é necessário especializar-se nessa área, a fim de compreender as especificidades existentes nesse setor.

A partir disso, o profissional que deseja atuar na perícia médica pode escolher um curso de pós-graduação que esteja mais alinhado com uma das áreas que descrevemos acima, de forma a destacá-lo para o mercado e, assim, permitir que possa construir uma carreira de sucesso, bem como alcançar seus objetivos profissionais.

Atuar na perícia médica pode ser uma ótima forma para tornar-se um profissional de sucesso. Conhece alguém que tenha interesse neste tipo de atuação? Compartilhe este conteúdo e leve-o para sua rede de amigos e colegas de profissão.

Você também pode gostar

Deixe um comentário