Como atuar com biossegurança na área alimentar?

biossegurança
4 minutos para ler

Os cuidados com a área da saúde são cada vez mais importantes. Vimos na pandemia o quanto ter os cuidados com bem-estar são fundamentais para prevenir eventuais problemas no futuro. E, portanto, são áreas que ganham maior visibilidade e oportunidades de mercado.

Uma das possibilidades de atuação na área de saúde é com biossegurança na área alimentar. Conhece essa possibilidade? Saiba mais sobre o tema a seguir!

Realize o curso para aprender sobre o tema 

Um primeiro passo para atuar com biossegurança na área alimentar é especializar-se nessa área e obter maior sucesso. Profissionais da área de saúde, que são os mais indicados para assumirem funções dessa natureza, ou áreas correlatas (como profissionais de gastronomia, profissionais de hotelaria e engenheiros de alimentos). 

Mas afinal, qual o curso que permite a você trabalhar nessa área? Nós da Polis oferecemos, por exemplo, a pós-graduação em Segurança Sanitária em Serviços de Alimentação Coletiva, totalmente feito por modelo EaD. 

Por meio dele, os profissionais aprenderão questões tais como: 

  • Análise de toda cadeia de fornecimento de alimentos; 
  • Análise de matéria-prima; 
  • Acompanhamento de rede atacadista e varejista; 
  • Atuação junto aos estabelecimentos públicos ou privados; 
  • Gestão de cadeia produtiva; 
  • Regularização da mão de obra; 
  • Contabilidade e tributos na área de alimentos. 

Por meio disso, é possível ter os aprendizados necessários para poder colocar em prática os cuidados com biossegurança em alimentos.

biossegurança

Busque estabelecimentos da área alimentar 

Após a formação na especialização, você terá os conhecimentos, inclusive, sobre a legislação vigente, para adoção de cuidados de biossegurança durante as práticas profissionais no dia a dia.

O mercado para os profissionais que desejam atuar com biossegurança alimentar podem atuar como:

  • presença na colheita de alimentos;
  • presença em armazenamento de alimentos nos mais diferentes estabelecimentos (como restaurantes, rede hoteleira, estabelecimentos de vendas de alimentos, entre outros);
  • cuidados em armazéns de alimentos;
  • áreas que manipulam alimentos no dia a dia, entre outros.

Com isso, o profissional poderá intervir de forma proativa para evitar problemas que possam gerar questões de saúde coletiva e individual e, assim, garantir o cumprimentos das legislações e dispositivos trazidos pelos órgãos governamentais (municipais, estaduais e, incluindo, a Anvisa).

Assim, é possível garantir a adequação para as empresas, podendo atuar tanto internamente, ou seja, como contratado por esses estabelecimentos, quanto em uma consultoria focada para adequação de estabelecimentos alimentícios.

Realize concurso público 

O profissional que deseje trabalhar com biossegurança alimentar e queira estar do outro lado da moeda, ou seja, atuando para fiscalização no dia a dia, você deverá prestar concurso público para atuar nos órgãos responsáveis pela vigilância sanitária.

Neste caso, você deverá estar atento para os editais lançados pelas instâncias municipais, estaduais e federais, para atuar fiscalizando os estabelecimentos alimentícios, a fim de verificar se estão cumprindo as normas vigentes e, caso contrário, atuarem nos empreendimentos.

Além disso, muitos profissionais concursados trabalham também em comissões para definições de novas normas e regras. Isso dependerá, inclusive, do tipo de especialização que você tenha, de forma que profissionais que tenham maior conhecimento terão mais chances de serem chamados.

Atuar na biossegurança de alimentos é fundamental para cuidados com saúde coletiva e evitar eventuais contaminações, intoxicações, entre outros problemas que podem colocar em xeque o bem-estar de indivíduos e comunidades. Por isso, é importante que você tenha conhecimento sobre o tema. 

Para saber mais, faça nossa especialização! Saiba mais sobre o curso em nosso site e tire suas dúvidas!

Você também pode gostar

Deixe um comentário