4 motivos para fazer uma pós-graduação em medicina do trabalho

médico com um tablet na mão
4 minutos para ler

Após a formação básica em medicina, é fundamental escolher uma área de atuação na qual poderá ser um especialista. Isso permite a abrir novas possibilidades na sua carreira e tornar-se um profissional diferenciado em sua região.

Escolher uma área que seja vantajosa, portanto, é fundamental e essa é uma dúvida comum de muitos estudantes que estão finalizando seu curso básico. Por isso, vamos trazer algumas informações importantes sobre algumas especializações – e uma delas é a medicina do trabalho.

Confira 4 motivos para fazer uma pós-graduação em medicina do trabalho e tire suas dúvidas sobre o tema. Boa leitura!

1. É uma área que cresce cada vez mais no Brasil

O Brasil é um dos países nos quais ocorrem maiores problemas dentro da área de saúde do trabalho. E cada vez mais há, também, a valorização dos cuidados com os profissionais das empresas, visando formas de proteger a sua integridade física e mental.

Diante disso, os gestores estão modificando suas estruturas internas, a fim de inserir profissionais de medicina do trabalho para trazer ações que promovam melhor qualidade de vida nas atividades organizacionais. Assim, a medicina do trabalho é uma forte tendência para os próximos anos.

2. A pós-graduação em medicina do trabalho abre oportunidades para concursos

Muitos profissionais que se formam na medicina têm interesse em prestar concursos para ter uma maior estabilidade em sua carreira. E uma das especializações que são mais interessantes para este fim é a pós-graduação em medicina do trabalho.

Isso porque muitas empresas públicas precisam ter profissionais internos para realizar as preparações para atividades que envolvam periculosidade, por exemplo, bem como realizar as mais diferentes atividades envolvidas com saúde e segurança do trabalho, atuando em conjunto com os profissionais de segurança.

Assim, se essa é a sua pretensão, pode ser uma boa alternativa. Ainda que faça a residência na área, caso deseje potencializar suas chances, a pós-graduação pode ser uma alternativa para conseguir melhores resultados na disputa de títulos e sair à frente dos concorrentes.

pós-graduação em medicina do trabalho

3. Possibilidade de abrir a sua própria clínica de medicina do trabalho

Para quem quer empreender na área de medicina, a pós-graduação em medicina do trabalho permite entrar em uma área na qual é possível abrir a sua própria clínica, prestando serviços terceirizados para outras empresas.

Isso é muito comum, pois, para seguir as regras da legislação vigente, não é necessário contratar um profissional para ficar full time na empresa. Assim, recorrem, muitas vezes, a clínicas externas para:

  • realização dos exames periódicos, demissionais e admissionais;
  • acompanhamento de profissionais que tenham sido afastados do trabalho;
  • elaboração do PCMSO.

4. Obter melhor qualidade de vida

Ao fazer uma pós-graduação em medicina do trabalho, você estará entrando em um campo com um ótimo retorno financeiro, permitindo a você poder ter uma boa rentabilidade e, consequentemente, melhorar a sua qualidade de vida.

Fato é: a medicina possui, já de imediato, vantagens em relação a outras profissões, por ser uma área na qual é possível ter maiores rendimentos. Contudo, quanto mais você puder potencializar isso, mais facilmente poderá ter e proporcionar uma melhor qualidade de vida para você e seus familiares. Muito bom, não é mesmo?

Contudo, para ter todos os benefícios que listamos neste artigo, é importante escolher uma pós-graduação em medicina do trabalho que seja, de fato, educativa para que você possa tornar-se um profissional de sucesso no mercado.

Para isso, que tal conhecer a pós-graduação da Pólis Cursos. Nós somos especializados em cursos para a área de medicina e, consequentemente, podemos transformar a sua carreira. Entre em nosso site e saiba mais informações sobre a nossa especialização em medicina do trabalho.

Você também pode gostar

Deixe um comentário