Objetivo profissional: como definir o seu e o que escrever no currículo

8 minutos para ler

O objetivo profissional é algo que deve estar no planejamento de qualquer pessoa que almeja sucesso em um período de médio a longo prazo. Afinal, trata-se de uma simples definição sobre como nos enxergamos no trabalho e o que desejamos agregar para determinada empresa. 

Contudo, é preciso definir com clareza os nossos objetivos, como podemos desenvolver um portfólio respeitável e onde desejamos estar nos próximos cinco anos. 

Hoje, com inúmeras plataformas de emprego disponíveis na Web, ficou muito fácil espalhar currículo e se candidatar às inúmeras vagas que surgem todos os dias, para jobs pontuais ou empregos fixos. 

Entretanto, dependendo da forma que isso é feito, o seu telefone não vai tocar, muito menos espere por uma mensagem de WhatsApp do recrutador ou um inbox no LinkedIn. E, acredite, existem motivos para isso.

Nenhum deles tem a ver com a sua capacitação profissional, mas sim o que você coloca no seu currículo, e se condiz com a vaga para a qual está se candidatando. 

Entenda: o currículo nada mais é do que um “cartão de visitas” para os profissionais de Recursos Humanos. Logo, o documento deve conter informações relevantes sobre o seu eu profissional e os motivos que valeriam a pena uma empresa lhe contratar. 

Todavia, a maioria das pessoas não enxerga o currículo desta maneira, e é aí que começam os erros. De acordo com Francis Nakada, consultor da Produtive, ao invés de se demonstrarem aptas a uma determinada oportunidade, simplesmente apresentam o seu histórico profissional. 

Portanto, é preciso estar atento à alguns macetes importantes que fazem toda a diferença para o seu currículo, independente da área em que você atua ou almeja atuar. 

Neste post, você entenderá para que serve o objetivo profissional, como elaborar um para se destacar da concorrência, usando técnicas extremamente simples e eficazes. Prepare-se!

O que é objetivo profissional?

Objetivo profissional, em definição simples, é um pequeno resumo onde o candidato informa detalhes sobre a área de atuação e suas perspectivas. Deve ter entre duas a quatro linhas, não mais do que isso. 

E não importa se você possui anos de estrada ou está ingressando no mercado de trabalho agora: elaborar seu objetivo profissional significa estar dois passos à frente de seus concorrentes, como forma estratégica de planejamento. 

Quando o seu objetivo profissional está bem estruturado, demonstrando-se alinhado com o perfil ideal que uma companhia espera de um candidato, as chances de conquistar uma determinada oportunidade é muito maior. 

Como definir o seu objetivo profissional?

A definição do objetivo profissional é relativa a cada candidato, uma vez que estamos abordando um pequeno resumo de nossas experiências profissionais, o que podemos oferecer à empresa para a referida vaga e onde desejamos estar nos próximos cinco anos. 

Logo, a estrutura para a criação do seu objetivo deve seguir essa linha. Digamos que você é um jornalista. Qual é o seu objetivo? Ser editor-chefe de uma revista de grande circulação, empreender o seu próprio veículo de mídia ou crescer dentro de uma empresa passando por todos os estágios?

Importante: seja sincero nas palavras, mas nunca pedante ou egocêntrico. 

Como escrever no currículo o seu objetivo profissional

Para escrever no currículo o objetivo profissional, é preciso estar atento à algumas dicas importantes. A saber:

  • Especificidade: não é bom desenvolver um objetivo genérico, pois passa a impressão de que você está disparando o seu currículo para todos os lados. Como dizia aquela célebre frase do filme “Alice no País das Maravilhas”, se você não sabe para onde ir, qualquer caminho serve. Por isso, pense no seu plano particular de carreira.
  • Direto ao ponto: uma vez definido o que você quer para a sua carreira, vá direto ao ponto, seja objetivo. Dispense o uso de frases longas, rebuscadas e detalhistas. 
  • Nome do cargo vs. Área de atuação: acredite, são duas definições bem diferentes. Para uma mesma área de atuação, existem diferentes cargos que um profissional pode se candidatar. Se você é da área de comunicação, não coloque “Redator”, mas “atuar na produção de conteúdo e notícias relevantes para a Web e mídia impressa”. 
  • Objetivos diferentes para empresas diferentes: por fim, sempre revise o seu CV ao enviá-lo para empresas diferentes e veja se está de acordo com a descrição da vaga pretendida. Existem formas distintas de especificar os seus objetivos, ressaltando sempre os aspectos mais condizentes com cada empresa. 

Exemplos de objetivo profissional em currículos 

Veja abaixo alguns exemplos de como preencher o seu objetivo profissional no seu currículo. Use a criatividade e faça algo similar de acordo com a sua área de atuação. 

  • “Atuar na área de vendas, liderar equipes e interagir diretamente com os clientes, trazendo maior lucro para a empresa e reforçando a sua marca no mercado”
  • “Atuar na área de Marketing, determinando os melhores KPI e buyer-personas ideais para gerar maior número de vendas, engajamento e fidelidade da marca”
  • “Desenvolver linha editorial concisa e agregar mais leitores para o público-alvo do veículo, reformulando todo o conceito de mídia e produtos ofertados”

Principais Erros

Vejamos agora os principais erros cometidos por diversos profissionais ao desenvolverem seu próprio currículo.

  • Mentiras: 75% dos brasileiros já mentiram em seus CVs, segundo levantamento feito pela DNA Outplacement. Nunca insira dados inconsistentes sobre sua carreira (ex: cursos que você não realizou ou terminou, capacitações não condizentes ou qualquer outra informação de má-fé) 
  • Inserir documentos pessoais: alguns candidatos inserem dados como CPF, RG e número da carteira de trabalho em seus currículos. Em um primeiro momento, essa informação não é essencial aos recrutadores. 
  • Inserir fotos: não é necessário inserir fotos no currículo, ao menos que seja solicitação do recrutador. Confira ainda se a imagem é adequada e transmite a impressão desejada.
  • Currículos extensos: por mais que você ache interessante mostrar tudo o que já fez, pode ser cansativo aos recrutadores. Portanto, foque-se nos projetos que você participou e os considerou desafiadores.
  • Sem objetivo profissional: por fim, não inserir o nosso assunto central deste post em seu currículo certamente é um dos principais erros. Tenha sempre em mente aonde você quer chegar. 

Como não errar

Uma das formas de não errar ao preencher o seu currículo é se inspirar nas principais personalidades do seu ramo de atuação. A maioria dela está no LinkedIn, a principal rede social destinada aos negócios, e lá estão muitas vozes poderosas do mercado.

Acesse o perfil destes profissionais, repare como eles se comportam dentro do LinkedIn, o que inserem em seus perfis (que podem ser considerados currículos, sem sombra de dúvidas) e como está elaborada a sessão “Sobre”.

Por incrível que pareça, esta sessão, que está no topo dos perfis, pode ser considerada uma forma de objetivo profissional. 

Como chamar a atenção dos recrutadores

Como faço para chamar a atenção dos recrutadores para que aquele tão desejado emprego? Essa é uma pergunta que paira na cabeça de muitos candidatos. 

Ao elaborar o seu currículo, lembre-se sempre de ser sincero nas palavras e não minta sobre a sua carreira. Não coloque dados inconsistentes de empregos que nunca teve, cursos que nunca realizou e aptidões inexistentes.

Até porque, recrutadores são treinados para captar mentiras dos candidatos, fora que causa uma má impressão tremenda no seu mercado de atuação e pode ser a gota d’água para que nunca consiga emprego na área. 

Ademais, coloque sempre informações realmente relevantes no seu currículo. Se você está se candidatando à uma vaga de TI, é interessante que coloque suas experiências e conhecimento em programação. O mesmo não pode ser feito para uma vaga comercial ou de comunicação. 

Por fim, faça um currículo com boa aparência visual, com gramática correta e impecável, fontes clássicas e formatação simples. Menos é mais, lembre-se disso!

Conclusão

Agora que você já sabe como desenvolver o seu objetivo profissional, é importante se capacitar na sua área de atuação.

A Póli Cursos possui cursos de excelência, todos em EAD e aprovados pelo MEC, em diversas áreas e que irão alavancar o seu currículo para que você conquiste o emprego dos seus sonhos!

Inscreva-se hoje mesmo na nossa plataforma e destaque-se como profissional!

Você também pode gostar

Deixe um comentário