3 dicas de como investir em humanização no atendimento à saúde

atendimento a saude de pacientes humanizado
4 minutos para ler

A humanização no atendimento à saúde é um conceito que ganha mais visibilidade a cada dia. A principal ideia defendida pela prática é a necessidade de transferir o olhar da assistência em saúde, passando da doença para o ser humano.

Assim, os profissionais deixam de tratar apenas enfermidades e passam a tratar pessoas, o que gera um grande impacto positivo na experiência do paciente. Atitudes simples, como olho no olho, escuta atenciosa e ambiente tranquilo, já podem representar a humanização.

No entanto, claro, não se limita a isso! Assim como o conceito vem ganhando visibilidade, o papel do paciente no cuidado também tem sido ressaltado, tornando-o um agente central. Continue a leitura e entenda mais!

A importância da humanização no atendimento à saúde

A princípio, foi possível entender o conceito da humanização. Mas quais os benefícios para a área da saúde? A partir do momento em que o foco deixa de ser exclusivamente a doença, é possível assistir o paciente como um todo.

Assim, se ele busca o atendimento para um refluxo, por exemplo, já é possível abordar outras causas, como hábitos alimentares. O que, antes, seria resolvido apenas com a prescrição de medicamento passa a ser tratado mais a fundo, com melhorias globais.

Além disso, nem sempre o que influencia a saúde do paciente está diretamente associado com a queixa dele na consulta. Por vezes, um sintoma físico pode ser a manifestação de algo emocional. Então, não basta tratar queixas, mas, sim, abordar o estado da pessoa como um todo.

As dicas valiosas para colocar em prática

Tendo em vista a importância da humanização, você não quer ficar de fora da prática, certo? Veja as dicas de como tornar o atendimento humanizado!

1. Invista na escuta atenciosa

A escuta é um processo fundamental do atendimento humanizado, visto que permite ao profissional compreender mais sobre a realidade do paciente. Além de ser importante para entender o contexto socioeconômico, é essencial para compreender a percepção do paciente acerca da própria saúde.

Todos esses fatores contribuem para uma melhor elaboração da conduta — que também conta com a participação do paciente! Sem dúvidas, a escuta atenciosa fortalece a relação médico-paciente e garante o atendimento personalizado.

2. Atenda de forma personalizada

Lembra-se de que agora o foco é o paciente? Justamente por esse motivo, a consulta deve ser personalizada para aquela pessoa. Já vimos que a escuta atenciosa ajuda a compreender melhor a realidade, mas qual o retorno do médico frente a isso?

Primeiro, é importante manter a comunicação bem clara, esclarecendo as dúvidas e utilizando uma linguagem de fácil compreensão, de acordo com o entendimento de cada paciente. Esse entendimento por parte do indivíduo não só faz com que o atendimento seja de sucesso, mas também aumenta a adesão à conduta elaborada.

3. Treine toda a sua equipe

Por fim, vale lembrar que a consulta em si não é a única etapa da assistência em saúde. Dessa forma, é preciso treinar todas as equipes que terão, de alguma maneira, contato com os pacientes. 

Na área da saúde, principalmente, os profissionais lidam com momentos delicados e que exigem sensibilização dos colaboradores. Assim, alguns conceitos, como empatia, escuta, comunicação e ambiente acolhedor, devem ser colocados em prática por todas as equipes.

Além de todas as dicas dadas, a humanização no atendimento à saúde também exige o desenvolvimento de algumas habilidades. Sem dúvidas, empatia é a principal delas, mas também podemos ressaltar: educação, paciência, escuta e linguagem. De certa forma, além de melhorar como profissional, ao desenvolver essas habilidades, você também se tornará um ser humano melhor.

Gostou das nossas dicas para a humanização? Então, confira outras para melhorar o atendimento!

Você também pode gostar

Deixe um comentário