Linguagem Corporal na Medicina: Um caminho para atendimentos mais eficazes e humanos

LINGUAGEM CORPORAL NA MEDICINA: UM CAMINHO PARA ATENDIMENTOS MAIS EFICAZES E HUMANOS
3 minutos para ler

Para se realizar um atendimento eficaz e humanizado, é fundamental que o profissional saiba lidar com tipos diferentes de situações e pacientes. Ao reunir a técnica profissional e com a linguagem corporal, torna-se possível aliar o cuidado médico com o cuidado pessoal, principalmente em casos de pessoas que passam por tratamentos mais sérios e arriscados, transmitindo-se, assim, credibilidade e confiança.

Com uma demanda de trabalho cada vez mais intensa e menos tempo entre as consultas, pode ser difícil conseguir dar atenção a todos os detalhes, como cuidados pessoais, de vestuário e  comportamentais, mas, já que mais de 50% da nossa comunicação é não verbal, um bom profissional deve se esforçar para garantir uma impressão adequada.

Quando se trata do processo de construir confiança e harmonia com os pacientes, a linguagem corporal pode desempenhar um papel estratégico em nosso desempenho. Ao incorporar hábitos e rotinas de forma intencional para usar essa ferramenta a seu favor, o profissional da medicina poderá desenvolver relações mais empáticas e proporcionar uma interação mais satisfatória e acolhedora para seus pacientes.

Mas como incorporar hábitos que deixem o paciente mais confortável?

Em primeiro lugar, é necessário entender que a pessoa diante do profissional de saúde está em uma condição vulnerável durante uma consulta ou atendimento. Por essa razão, é importante transmitir o máximo de confiança a essa pessoa e fazer com que ela se sinta à vontade. É importante que o profissional de saúde tenha, antes de tudo, humanidade e empatia em seus atendimentos.

É válido lembrar que o ser humano, para sobreviver como espécie, tornou-se um ser sociável, ou seja, dependente de uma comunidade. Temos um cérebro feito para a troca, para a leitura das emoções e para o entendimento quase imperceptível dos gestos. Usar isso a nosso favor não somente otimiza e melhora nosso trabalho, como proporciona exercitar o respeito e a atenção ao outro.

Por fim, no momento da anamnese, atente-se à linguagem corporal e à comunicação não verbal que podem trazer outras informações que são importantes para a história do paciente. A anamnese é a etapa mais importante de todo o processo, pois é neste momento que o profissional vai estreitar sua relação com o paciente, de maneira que se preserve o lado humano, seus valores e suas crenças.

Você também pode gostar

Deixe um comentário